Botão para o topo da página

Exame de sangue: quais doenças ele detecta e quando é indicado

O exame de sangue é capaz de detectar diversas doenças com apenas algumas gotinhas. Fazer exames regularmente é uma forma de cuidar melhor da sua saúde

24 mar.

Sua Saúde

Escrito por Saúde iD

Exame_de_sangue_o_que_ele_avalia_e_quando_e_indicado_fc67b040ca.jpg
URL copiado

Ter uma rotina de cuidados com a saúde é de extrema importância para aproveitar todas as fases da vida, não é mesmo? Manter uma rotina de exercícios físicos, ter uma alimentação saudável, ter um tempo de lazer com a família e os amigos, tudo isso faz parte dos cuidados com a saúde, seja ela física ou mental.

E ter uma rotina de exames também não é diferente, viu? É importante se consultar com um médico regularmente para fazer exames de rotina e ver como anda a sua saúde de um modo geral.

Você sabia que existem diferentes tipos de exame de sangue e que cada um serve para detectar um tipo de doença? Isso mesmo. Quando se faz acompanhamento médico regularmente, é possível descobrir uma doença ainda início, dessa forma, as chances do tratamento ser bem sucedido são ainda maiores.

Dá uma olhada quais os tipos de exame de sangue, quais doenças ele pode detectar e muito mais.

Quais doenças o exame de sangue pode detectar?

Após realizar uma primeira consulta médica para entender quais as suas necessidades, o médico solicita um exame de sangue para investigar algumas doenças e indicar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Mesmo que você não tenha nenhuma queixa ou nenhum sintoma que possa indicar alguma doença, é importante realizar um exame de sangue de forma preventiva. Isso porque algumas doenças podem surgir de forma silenciosa e você só ter algum sintoma quando já estiver em um estágio avançado.

O exame de sangue pode detectar desde anemias e problemas cardíacos, até mesmo hemorragias internas. Caso o médico veja alguma alteração no exame de sangue, ele também pode solicitar algum exame complementar para ajudar no diagnóstico.

Confira algumas doenças que o exame de sangue é capaz de detectar:

Câncer

Ele pode identificar diversos tipos de tumores ainda em sua fase inicial, antes mesmo de apresentar sintomas. O câncer de mama e o de colorretal são alguns deles.

Problemas na tireoide

Doenças como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo, que são distúrbios que atacam a tireoide, podem ser descobertas através desse exame. Isso porque é possível medir os níveis de hormônios que estão sendo produzidos por essa glândula.

Doenças renais

Através do exame de sangue é possível saber os níveis de creatinina e ureia presentes no sangue. Essas substâncias são filtradas e eliminadas pelos rins, por isso quando existe uma concentração anormal dessas substâncias no organismo, é preciso investigar se não existe algum problema nos rins.

Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s)

Doenças como o HIV, hepatites e sífilis, são algumas das infecções sexualmente transmissíveis que podem ser detectadas através do exame de sangue. Algumas podem até não desenvolver sintomas no primeiro momento, por isso um acompanhamento regular é necessário como forma de prevenção.

Tipos de exame de sangue

Existem diversos tipos de exame de sangue, isso porque cada um avalia o funcionamento de um órgão ou de uma glândula específica. Geralmente, esse exame é o primeiro a ser solicitado caso o médico suspeite de algum problema, ou caso o paciente relate alguma queixa.

Caso o resultado apresente alguma alteração, o médico também pode solicitar um exame complementar, como um exame de ultrassom ou ressonância magnética, por exemplo. Dessa forma, é possível fazer uma avaliação completa do possível problema para começar o melhor tratamento, caso seja necessário.

Alguns tipos de exame de sangue são:

Hemograma completo

O hemograma é o tipo de exame de sangue mais comum de ser solicitado e serve para avaliar os glóbulos brancos e vermelhos do sangue. Com ele é possível identificar inflamações, infecções, anemias e alguns tipos de câncer.

Velocidade de hemossedimentação (VHS)

Ele avalia se possui alguma infecção ou inflamação acontecendo no organismo, como amigdalite, infecção urinária, anemia falciforme e lúpus, por exemplo.. Geralmente, é feito junto do exame de PCR (proteína C reativa).

Proteína C reativa (PCR)

Essa é uma proteína que é produzida pelo fígado. Essa dosagem pode ser solicitada quando existe a suspeita de alguma infecção ou inflamação no organismo. Também serve para avaliar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Por isso, quando os níveis de PCR estão altos, podem indicar uma inflamação arterial, uma infecção bacteriana como a apendicite, pancreatite e outras.

Glicose

Serve para medir os níveis de glicose no organismo para identificar se uma pessoa está normal, com pré-diabetes ou diabetes. Além disso, também serve como acompanhamento para um paciente que já foi diagnosticado com diabetes.

TSH, T3 e T4

Essas dosagens  de TSH, T3 e T4 servem para avaliar o funcionamento da glândula tireoide e detectar doenças como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo.

Colesterol total

Esse aqui serve para avaliar os níveis de colesterol HDL, que é conhecido como o “colesterol bom”, o LDL, conhecido como “colesterol ruim”,  VDL e o triglicerídeos. Todos esses ajudam a entender o quanto de gordura você tem no seu organismo e quais os risco de desenvolver problemas cardíacos. 

Outros exames como ureia e creatinina, dosagens de vitamina B12, vitamina D e ácido úrico, também são outros tipos que são solicitados regularmente e podem ser  detectados através do exame de sangue.

Quando é preciso fazer um exame de sangue?

Não existe um período específico para para fazer o exame de sangue, isso vai depender das orientações do seu médico e do seu estado de saúde. Caso não tenha nenhuma alteração, é realizado apenas uma vez ao ano. Agora quem já possui algum problema de saúde e precisa fazer um acompanhamento, o período de intervalo pode ser menor, mas isso vai depender da solicitação do seu médico.

Esse é um exame bem simples de ser feito. O profissional de saúde realiza uma punção venosa, que é quando a agulha é inserida na veia. O jejum e outras orientações vão depender do tipo de exame que irá realizar, visto que alguns exames precisam de um maior tempo de jejum.

Além disso, é importante avisar caso você faça o uso de medicamentos, isso porque alguns deles podem interferir nos resultados do exame, por isso pode ser orientado a suspensão de algum deles antes de realizar o procedimento.

É importante lembrar que a avaliação de diagnóstico de acordo com os valores de referência, deve ser feita por um profissional de saúde para um diagnóstico correto. Somente um médico pode avaliar as condições de saúde de um paciente e indicar o tratamento mais adequado de acordo com seu estado de saúde.

Para saber se você precisa realizar um exame de sangue, ou qualquer outro exame, você pode consultar um clínico geral para fazer o seu primeiro atendimento e te passar todas orientações necessárias para os cuidados com a sua saúde. Caso seja necessário, ele pode te encaminhar para um especialista dar andamento no seu tratamento.

Mas o mais importante é não deixar de cuidar da sua saúde.

*** Todas as informações contidas aqui são de caráter informativo, não devendo ser utilizado como diagnóstico ou substituição de uma consulta com médico especialista.

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.

URL copiado

Ter uma rotina de cuidados com a saúde é de extrema importância para aproveitar todas as fases da vida, não é mesmo? Manter uma rotina de exercícios físicos, ter uma alimentação saudável, ter um tempo de lazer com a família e os amigos, tudo isso faz parte dos cuidados com a saúde, seja ela física ou mental.

E ter uma rotina de exames também não é diferente, viu? É importante se consultar com um médico regularmente para fazer exames de rotina e ver como anda a sua saúde de um modo geral.

Você sabia que existem diferentes tipos de exame de sangue e que cada um serve para detectar um tipo de doença? Isso mesmo. Quando se faz acompanhamento médico regularmente, é possível descobrir uma doença ainda início, dessa forma, as chances do tratamento ser bem sucedido são ainda maiores.

Dá uma olhada quais os tipos de exame de sangue, quais doenças ele pode detectar e muito mais.

Quais doenças o exame de sangue pode detectar?

Após realizar uma primeira consulta médica para entender quais as suas necessidades, o médico solicita um exame de sangue para investigar algumas doenças e indicar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Mesmo que você não tenha nenhuma queixa ou nenhum sintoma que possa indicar alguma doença, é importante realizar um exame de sangue de forma preventiva. Isso porque algumas doenças podem surgir de forma silenciosa e você só ter algum sintoma quando já estiver em um estágio avançado.

O exame de sangue pode detectar desde anemias e problemas cardíacos, até mesmo hemorragias internas. Caso o médico veja alguma alteração no exame de sangue, ele também pode solicitar algum exame complementar para ajudar no diagnóstico.

Confira algumas doenças que o exame de sangue é capaz de detectar:

Câncer

Ele pode identificar diversos tipos de tumores ainda em sua fase inicial, antes mesmo de apresentar sintomas. O câncer de mama e o de colorretal são alguns deles.

Problemas na tireoide

Doenças como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo, que são distúrbios que atacam a tireoide, podem ser descobertas através desse exame. Isso porque é possível medir os níveis de hormônios que estão sendo produzidos por essa glândula.

Doenças renais

Através do exame de sangue é possível saber os níveis de creatinina e ureia presentes no sangue. Essas substâncias são filtradas e eliminadas pelos rins, por isso quando existe uma concentração anormal dessas substâncias no organismo, é preciso investigar se não existe algum problema nos rins.

Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s)

Doenças como o HIV, hepatites e sífilis, são algumas das infecções sexualmente transmissíveis que podem ser detectadas através do exame de sangue. Algumas podem até não desenvolver sintomas no primeiro momento, por isso um acompanhamento regular é necessário como forma de prevenção.

Tipos de exame de sangue

Existem diversos tipos de exame de sangue, isso porque cada um avalia o funcionamento de um órgão ou de uma glândula específica. Geralmente, esse exame é o primeiro a ser solicitado caso o médico suspeite de algum problema, ou caso o paciente relate alguma queixa.

Caso o resultado apresente alguma alteração, o médico também pode solicitar um exame complementar, como um exame de ultrassom ou ressonância magnética, por exemplo. Dessa forma, é possível fazer uma avaliação completa do possível problema para começar o melhor tratamento, caso seja necessário.

Alguns tipos de exame de sangue são:

Hemograma completo

O hemograma é o tipo de exame de sangue mais comum de ser solicitado e serve para avaliar os glóbulos brancos e vermelhos do sangue. Com ele é possível identificar inflamações, infecções, anemias e alguns tipos de câncer.

Velocidade de hemossedimentação (VHS)

Ele avalia se possui alguma infecção ou inflamação acontecendo no organismo, como amigdalite, infecção urinária, anemia falciforme e lúpus, por exemplo.. Geralmente, é feito junto do exame de PCR (proteína C reativa).

Proteína C reativa (PCR)

Essa é uma proteína que é produzida pelo fígado. Essa dosagem pode ser solicitada quando existe a suspeita de alguma infecção ou inflamação no organismo. Também serve para avaliar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Por isso, quando os níveis de PCR estão altos, podem indicar uma inflamação arterial, uma infecção bacteriana como a apendicite, pancreatite e outras.

Glicose

Serve para medir os níveis de glicose no organismo para identificar se uma pessoa está normal, com pré-diabetes ou diabetes. Além disso, também serve como acompanhamento para um paciente que já foi diagnosticado com diabetes.

TSH, T3 e T4

Essas dosagens  de TSH, T3 e T4 servem para avaliar o funcionamento da glândula tireoide e detectar doenças como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo.

Colesterol total

Esse aqui serve para avaliar os níveis de colesterol HDL, que é conhecido como o “colesterol bom”, o LDL, conhecido como “colesterol ruim”,  VDL e o triglicerídeos. Todos esses ajudam a entender o quanto de gordura você tem no seu organismo e quais os risco de desenvolver problemas cardíacos. 

Outros exames como ureia e creatinina, dosagens de vitamina B12, vitamina D e ácido úrico, também são outros tipos que são solicitados regularmente e podem ser  detectados através do exame de sangue.

Quando é preciso fazer um exame de sangue?

Não existe um período específico para para fazer o exame de sangue, isso vai depender das orientações do seu médico e do seu estado de saúde. Caso não tenha nenhuma alteração, é realizado apenas uma vez ao ano. Agora quem já possui algum problema de saúde e precisa fazer um acompanhamento, o período de intervalo pode ser menor, mas isso vai depender da solicitação do seu médico.

Esse é um exame bem simples de ser feito. O profissional de saúde realiza uma punção venosa, que é quando a agulha é inserida na veia. O jejum e outras orientações vão depender do tipo de exame que irá realizar, visto que alguns exames precisam de um maior tempo de jejum.

Além disso, é importante avisar caso você faça o uso de medicamentos, isso porque alguns deles podem interferir nos resultados do exame, por isso pode ser orientado a suspensão de algum deles antes de realizar o procedimento.

É importante lembrar que a avaliação de diagnóstico de acordo com os valores de referência, deve ser feita por um profissional de saúde para um diagnóstico correto. Somente um médico pode avaliar as condições de saúde de um paciente e indicar o tratamento mais adequado de acordo com seu estado de saúde.

Para saber se você precisa realizar um exame de sangue, ou qualquer outro exame, você pode consultar um clínico geral para fazer o seu primeiro atendimento e te passar todas orientações necessárias para os cuidados com a sua saúde. Caso seja necessário, ele pode te encaminhar para um especialista dar andamento no seu tratamento.

Mas o mais importante é não deixar de cuidar da sua saúde.

*** Todas as informações contidas aqui são de caráter informativo, não devendo ser utilizado como diagnóstico ou substituição de uma consulta com médico especialista.

Comentários (1)

Escreva seu comentário

Nome

Concordo em salvar minhas informações, tendo o conhecimento que meu comentário estará sobre análise.

Maurício Antônio da Silva.

06 abr.

Muito bom. Excelente.

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.

Posts relacionados

Posts relacionados

ContrasteReset